Risco empresarial 2 – Negligencia gerencial

>

Este grande perigo para as empresas, a negligencia gerencial, pode provocar o colapso dos sistemas administrativos. Pode parar a produção, os negócios e provocar a perda de muitos clientes. É uma ameaça nem sempre perceptível. Quando vista é, frequentemente, ignorada por quem a vê.

A negligencia caracteriza-se pelo descuido, relaxamento, imprudencia e displicencia. Ações negligentes violam os fundamentos básicos de qualidade, precaução e cautela no trabalho, colocando em risco os resultados finais de um projeto, a qualidade de um produto ou serviço, a integridade física das pessoas, a funcionalidade das instalações e equipamentos, a lucratividade dos negócios e a imagem pública da organização.

As causas de comportamentos negligentes devem ser adequadamente estudadas para que se apliquem as medidas corretivas mais acertadas. Um gerente pode agir com negligencia por não saber fazer seu trabalho de maneira acertada porque não foi preparado para isso, por não possuir conhecimentos e experiência na solução de problemas específicos ou até mesmo por ter aplicado uma perfeita técnica de trabalho em circunstâncias inadequadas. Infelizmente há também casos de gerentes (e outros funcionários) que atuam de forma negligente por acomodação ou com o objetivo de prejudicar a empresa, o que exige constante observação da conduta profissional dessas pessoas.

Sintomas de negligencia devem ser utilizados como indicativos de necessidades de treinamento profissional, de aperfeiçoamento dos sistemas administrativos e de métodos de trabalho. Adotar sistemas de gestão da qualidade e de projetos, com o estabelecimento de objetivos, metas, prazos, padrões de qualidade e desempenho e controle de resultados também ajuda a reduzir a negligencia.

Combater a negligencia profissional é essencial para assegurar o sucesso dos projetos empresariais. É uma tarefa que impõe mudanças de cultura, de comportamentos e atitudes e não permite condescendência com as falhas. Quem trabalha bem deve ser reconhecido e recompensado; quem trabalha mal deve ser advertido e punido.

Anúncios

Sobre Milton R. Almeida

Milton Roberto de Almeida é Administrador de Empresas com especializações em Gestão da Administração Pública, História Militar, Planejamento Político-Estratégico e Gestão de Recursos de Defesa (Escola Superior de Guerra). Atuou em empresas públicas e privadas nas áreas de Marketing, Vendas e Educação Corporativa. Lecionou disciplinas de Administração em diversas faculdades. Desenvolvedor e apresentador de treinamentos empresariais.
Esse post foi publicado em Administração, Liderança, Riscos Empresariais e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s